Viagem de Trem pela Europa – Trecho: Paris – Londres

Quando falamos em viagem pela Europa, o meio de locomoção mais comum que vem na cabeça é o Trem. Seja pela praticidade, pela velocidade ou mesmo pelas belas paisagens que o velho continente proporciona aos seus viajantes.

Conosco não foi diferente, quando decidimos viajar pela Europa, fizemos o roteiro com os países que gostaríamos de visitar e só então fomos pesquisar as passagens de trem, já que parecia ser o meio mais óbvio para se locomover dentro do continente.
Falaremos aqui neste artigo do trecho PARIS – LONDRES, um trajeto bastante comum entre os turistas.


Compra das Passagens: Há basicamente dois meios para se comprar as passagens para este trecho de Paris para Londres, é possível comprar pela RAIL EUROPE (http://www.raileurope.com.br/) ou então diretamente pelo site da EUROSTAR (http://www.eurostar.com/). A Rail Europe é um site totalmente em Português Brasileiro, navegação bastante intuitiva e as vezes fazem boas promoções de passagens (Trip Show procura sempre divulgar estas promoções), além disso, é fácil comprar trechos múltiplos entre diversos países e diversas companhias ferroviárias, porém os preços são um pouco maiores em comparação ao site direto da companhia.

Neste quesito, preço, sai mais barato comprar direto da companhia, no caso do trecho Paris – Londres é operado pela Eurostar. O site é todo em Inglês, mas ainda assim bastante intuitivo, para comprar este trecho vale a pena. O bilhete chega por email, é só imprimir e levar no dia.
A estação de trem: Para ir para Londres, o embarque é feito na estação Gare Du Nord, outra vantagem em relação ao avião, a estação fica bem localizada, da pra ir de metrô ou então de taxi que por ser perto da região central, não fica tão caro.
A estação é bem grande mas seguindo as indicações é fácil de se localizar.

Imigração: Tivemos que passar pela imigração inglesa ainda em Paris, verificaram o passaporte e mais um monte de informação, o hotel que ficaríamos, por que estávamos indo e todo o trajeto que faríamos até voltar ao Brasil. O agente pediu comprovante para o que estávamos falando, como por exemplo a reserva dos hotéis e as passagens dos outros trens. Foi a imigração mais rígida pelo que passamos, pior até que de Nova York. Mas deu tudo certo, apesar de bastante pergunta o processo é bem rápido.

A viagem no Trem: Passado a imigração, dirigimos para a sala de espera do embarque, muito simples e estava lotado. Como era nossa primeira viagem de trem, achamos um pouco bagunçado, quando era o embarque, muitas pessoas ignoravam a fila e corriam para a plataforma, talvez para pegar um bom lugar no compartimento das malas.
Já dentro do trem, o desafio para quem viaja com malas grandes é encontrar um lugar para acomodá-las. Os compartimentos ficam nas extremidades de cada vagão e para as malas grandes o ideal é que fiquem o mais baixo possível, para evitar ter que levantar todo o peso.
O trajeto de Paris para Londres é rápido, dura em torno de 2 horas e meia. O trem é bem confortável e nem se sente que estamos a mais de 200 Km por hora em alguns trechos.

Desembarque: Chegamos a Londres pela estação St Pancras, bem localizado também e de fácil acesso. As malas cada um pega a sua e ninguém confere nada. Estava tudo certo com as nossas, pegamos e fomos em direção a saída. A estação é enorme!
Pegamos um taxi (famoso taxi preto) até o bairro de West Kesington. 30 Libras, trajeto caro se levarmos em conta a atual cotação da Libra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentario