Como se dar bem na Imigracão

Imigração

Alguns países, como, por exemplo, a Austrália, a África do Sul e a Tailândia, exigem dos brasileiros o Certificado Internacional de Vacinação ou a profilaxia contra a febre amarela, que deve ser tomada, pelo menos, dez dias antes da viagem.
Consulte se o país para o qual você está se dirigindo faz essa exigência no http://www.anvisa.gov.br/viajante/

Garanta sua credibilidade
Quando for viajar para outro país de preferência a trajes que transmitam seriedade. Vista-se adequadamente evitando mini saias , bermudas e chinelos por exemplo;
Desligue ou deixe seu celular no vibra call na fila da imigração e não o use durante a entrevista;
Não fale demais. Limite-se a responder ao que lhe for perguntado, com algum nível de detalhes e clareza. E fale a verdade. Sempre!
Não apresente documentos de estes não forem solicitados
Tenha na ponta da língua ou em mãos, onde você ficará hospedado, por quantos dias e quando será seu retorno. Os fiscais geralmente fazem essas perguntas.

Imigração Estados Unidos
Ao chegar  em qualquer aeroporto dos Estados Unidos será preciso passar pela Imigração. Por isso assim que desembarcar, dirija-se até a fila. Não tem como errar, é só seguir o fluxo, pois as demais pessoas também estarão dirigindo-se para lá.
Se estiver com amigos evite fazer muito barulho ou qualquer tipo de bagunça. Os grupos de amigos dependendo do aeroporto não são muito bem vistos.
Em viagens em grupo, dirija-se sozinho ao guichê. Caso esteja em família, todos poderão se apresentar ao fiscal de uma só vez. Nos aeroportos de Orlando e Miami é bem comum ver famílias enormes passando juntas pelo guichê.
As perguntas mais frequentes feitas pelos agentes são:
Qual o propósito da visita?
Quanto tempo ficará?
Onde está hospedado?
Para onde irá depois?

Imigração Europa
A maioria dos países europeus adota critérios semelhantes para admitir os turistas em seus territórios, já que o ingresso em um deles permite a livre circulação nos outros.
Para viagens com duração de até três meses, o visto não é exigido. Basta a apresentação do passaporte.
Importante:
- É obrigatório fazer um seguro-saúde internacional, com cobertura no valor mínimo de 30 mil euros. Você pode obter esse seguro com a Cia aérea que emitiu suas passagens, no banco de onde você é correntista, ou ainda com algumas seguradoras que disponibilizam desse serviço.
- Para comprovar que pode arcar com sua estadia, tenha, pelo menos, € 60 em espécie para despesas diárias, além de um cartão de crédito internacional;
- Caso vá se hospedar em hotel, imprima o comprovante de reserva paga. Se a ideia é ficar na casa de amigos ou familiares, convém levar uma carta-convite assinada por quem irá hospedá-lo;
- Leve as passagens aéreas e bilhetes de trem já comprados;
- Para se sentir mais seguro, leve a reserva da passagem de volta impressa, comprovantes de renda e documentos que comprovem o vínculo com o Brasil como carteira profissional e certidão de casamento;
- Antes da viagem, consulte o consulado ou embaixada do país que desembarcará na Europa para obter informações atualizadas;
- Os agentes migratórios locais conferem a documentação e podem entrevistá-lo. Responda as perguntas de forma objetiva e clara. Eles também podem avaliar o número de malas, a situação de emprego no Brasil e a propriedade de bens.
#Dicashow
Fotografar, fumar e usar celular nunca é permitido na área da imigração e alfândega. Sem ligações ou mensagens de texto – lembre-se que você está em um prédio federal de segurança máxima.
Nunca faça piadas sobre bombas, terrorismo, contrabando, etc..Os oficiais são obrigados a  tratar ameaças com seriedade.
 Ao sair da área de bagagem e imigração, você não poderá voltar, então pegue todos os seus pertences antes de sair em direção ao vôo de conexão ou área de chegada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentario